Buscar
  • Inês Sousa Advocacia

Quatro passos importantes para reestruturar seu negócio para reabertura após a pandemia de Covid-19.

O mundo todo está sofrendo as consequências da pandemia do Coronavírus que afetou fortemente grande parte da Europa, América do Norte e América do sul.

No Brasil, depois de dois meses e meio de quarentena, as cidades começam a se preparar para a reabertura do comércio e serviços.


Como está a sua empresa após este longo período de inatividade? Como está o seu fluxo de caixa?


São questionamentos difíceis, mas que devem ser feitos antes de reabrir o seu negócio, pois dependendo das respostas algumas medidas deverão ser tomadas imediatamente.


Primeiro passo: planejamento


Para fazer um bom planejamento é necessário listar todas as dívidas da empresa separadas por categoria, por exemplo: dívida bancária, aluguel, trabalhista, fornecedores.


Depois, analise o que pode ser renegociado e mãos à obra. É um momento difícil para todos, e só com união e o esforço comum que conseguiremos superar as dificuldades.


Segundo passo: Definir prioridades


O coração da empresa não pode parar. Atente-se para o que é essencial em seu negócio, é ele que tem que continuar funcionando. Os acessórios, se forem dispensáveis devem ficar em segundo plano.


Não é hora de investir dinheiro, tampouco energia em coisas que não trarão retorno imediato. O mais importante neste momento é a continuidade do negócio.


Terceiro passo: corte os desperdícios


Tente adequar as despesas com a nova realidade das receitas. Lembre-se que nas pequenas coisas é onde há mais desperdício.


Veja onde é possível economizar: água, luz, telefone, embalagem.

Se possível, renegocie o contrato de aluguel, ou veja a possibilidade de alugar outro imóvel mais barato.


Quarto passo: tenha confiança


Mesmo com a volta gradual da atividade econômica, é importante ter em mente que grande parte dos consumidores não vão sair de casa atrás de produtos ou serviços.

Primeiro porque muitos ainda tem receio de contrair o Coronavírus, segundo porque muitas pessoas perderam o emprego neste período e vão usar as economias para adquirir somente o essencial.


Por isso é importante manter a confiança em alta e continuar firme com o planejamento financeiro do negócio para evitar um endividamento maior ainda.

Com planejamento, organização e vontade de fazer, o seu negócio irá superar esta fase difícil e voltará a crescer.


Acredite nos seus sonhos!




Inês Sousa Advocacia

Especializado nas áreas de Direito Previdenciário, Cível, Família e Sucessões, Empresarial.


0 visualização

© 2019 por INÊS SOUSA Advocacia. Todos os direitos reservados.

Produzido por